Boas-vindas e Contadores

Este Blog já está em sua terceira versão! Aqui eu me sinto à vontade para ser eu mesma e escrever sobre qualquer coisa que povoe a minha mente. É onde eu desabafo, reflito, compartilho experiências e descobertas, mantenho registro de momentos felizes e de desafios superados, guardo um arsenal de boas memórias, pensamentos e reflexões para me ajudarem nos dias difíceis... Sejam bem-vindos e não pisem na grama, rs... Ah! Se quiser trocar ideias e compartilhar experiências, visite a Página no Facebook, que é uma extensão deste Blog (e acho que os recursos são melhores para todo mundo acompanhar e palpitar)!

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Feliz Natal!!!

Desejo a todos um Feliz Natal, repleto de alegrias, com muita paz, ao lado de pessoas queridas!!!
Natal é o momento de nos sentir amados e de transmitir o amor às pessoas que a gente ama. Natal é um momento de encontro... encontro com o melhor de cada um de nós!
Aproveitem esta data com a mesma alegria das crianças!
E não se esqueçam de comemorar o nascimento de Jesus!
Beijos a todos...




segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Vai, "Turíntia"!

Luis e Luísa

Vocês sabem que eu sou palmeirense (com muito orgulho), mas hoje não dá para negar que o dia é do Corinthians, Campeão Mundial 2012... e dos corintianos!

Chegamos tarde em casa ontem, mas o Luis saltou da cama super cedo, ansioso, e foi com a Luísa para a casa de nossos amigos Leo e Mimi para assistir à esperada final contra o Chelsea. Eu e a Ísis fomos encontrá-los lá no 2º tempo.
Luis e Ísis

Eu vesti a Luísa e a Ísis à caráter. Elas têm 4 conjuntinhos de roupa do Timão, sendo que 3 fui eu mesma que comprei. Eu brinco que, ainda que seja para torcerem para o Corinthians, quero que estejam bem vestidas, rs! Mas, na verdade, faço isso para agradar o maridão. São elas que decidirão o time para o qual vão torcer no futuro.

Como disse a Luísa, muitas vezes no dia de hoje: "Vai, Turíntia!!!!"
Vejam só a alegria dos meus corintianos favoritos!

Luísa e Ísis
Ísis e Anakin
Goooool!
Luis, Luísa e Ísis
Meus corintianos favoritos!

sábado, 15 de dezembro de 2012

Déjà vu

A minha amiga Débora, quando o seu segundo filho (Antônio) nasceu, fez uma brincadeira com os amigos colocando fotos dos dois filhos misturadas e pedindo para que tentássemos adivinhar quem era. Foi uma tarefa difícil, pois os dois eram muito parecidos quando bebês.
Eu acho que as minhas meninas são parecidas: possuem o mesmo olhar, são moreninhas, têm a boca bem desenhadinha, são bochechudas e gorduchinhas! Mas não dá para confundi-las... de jeito nenhum! Elas têm muitas particularidades: a começar pela "cabeleira da Zizi" e formato do nariz (o da Luísa é igualzinho ao do pai e o da Ísis, tadinha, ao meu)...
Na imagem abaixo, estão a Luísa e a Ísis, ambas com a mesma idade (2.5 meses) e com a mesma roupinha... na verdade, tirei a foto da Ísis com 1 semana de atraso (a foto da Luísa foi tirada em 26/01/2011, quando ela tinha 10 semanas e a da Ísis foi tirada em 14/12/2012, quando ela tinha 11 semanas de vida).


segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Banho refrescante...

O verão ainda nem começou (só a partir do dia 21 de dezembro) e já estamos enfrentando dias muito quentes aqui em São Paulo... Em dias assim, não há nada como um bom banho, não é?
Vejam só a alegria da Ísis, hoje, ao sair de seu banho!
Esta toalha da Uniqua (Backyardigans) foi presente da Tia Aurora, irmã do meu pai.



Os primeiros banhos da Ísis em casa foram dados pelo papai, mas alguns dias depois eu já parei de aguardar que ele chegasse do trabalho e passei a dar os banhos da Ísis. 
Ainda faltavam uns dias para que a Ísis completasse 2 meses, quando tomamos juntas (eu, Luísa e Ísis) um banho gostoso e demorado na banheira de hidromassagem, quase uma piscina para as pequenas. A Ísis, assim como a Luísa, adorou!!! Nos dias quentes, quando a Luísa chega da escola ou aos finais de semana, nós entramos juntas na banheira e brincamos bastante. Adoro estes momentos! O papai é que não curte muito "ficar de molho".

sábado, 8 de dezembro de 2012

Luísa, Pocahontas! - Festa da Escola


Hoje foi a festa de final de ano da escola da Luísa, completando 1 ano nesta escola.
Passamos uma tarde muito agradável na Cidade do Livro, com a Formatura dos alunos que estão deixando a Educação Infantil (muito emocionante!), as apresentações e as atividades com os personagens do local.

Os alunos fizeram um teatrinho muito bonitinho, cuidadosamente preparado.
A nossa Luísa estava fantasiada de Pocahontas, assim como 2 outras menininhas maiores!
Eu sabia que a Luísa usaria uma fantasia, mas não sabia como era. Quando eu perguntava, ela me dizia que era "supresa", rs... Fiquei emocionada em vê-la caracterizada. Há muitos anos, recebi o apelido de Pocahontas e me identifico bastante com a personagem. A Luísa ficou linda com esta fantasia, combinou bastante com ela! Neste trecho, As crianças dançaram a música do Cocoricó sobre os índios: "Todo mundo tem um pouco de índio dentro de si, todo mundo fala a língua do índio - tupi guarani (...)"


Fiquei muito feliz pela Luísa ter ido com as professoras logo que chegamos, por ter colocado a fantasia, por ter participado de certa forma das apresentações (apesar de quase não ter saído do colo das professoras, ficou lá com eles o tempo todo, bateu palmas, fez gestos...), por ver seus olhinhos atentos aos personagens da Cidade do Livro e, principalmente, por ver como as crianças em geral estavam felizes e à vontade... sentindo-se em família! Além de ver a alegria e sentir a emoção dos profissionais da escola durante a interação com as crianças.

Depois de vermos tantos absurdos por aí, relatos de maltratos e descaso, é muito gratificante ter a certeza de que nossos filhos estão sendo bem cuidados enquanto estamos trabalhando. Para os pequenos, principalmente, a escola é realmente a extensão do lar!
Agradeço a Deus, a todos os profissionais e também aos amiguinhos e suas famílias, que contribuem para um ambiente feliz e cheio de aprendizado para a nossa querida filha!

Eu acho que não cheguei a comentar no Blog o motivo pelo qual troquei a Luísa de escola após 6 meses, quando ela completou 1 aninho. Eu havia realizado a minha primeira escolha com base no que acreditava na época que precisava procurar em um berçário, para confiar minha bebê de 6 meses. Lá, ela estava cercada de muitos cuidados, em uma rotina certinha, muitos estímulos, etc. Mas havia até um excesso de cuidados: as profissionais usavam toucas, luvas... tudo era extremamente organizado... a rotina era super rígida, havia hora para tudo, a agenda era minuciosamente preenchida, as atividades eram todas registradas e compartilhadas com os pais... os cuidados com a segurança não permitiam que os pais entrassem na escola e acabávamos não tendo muito contato com as professoras, exceto nas reuniões bimestrais.
Com o tempo, conforme a Luísa foi crescendo e se tornando mais independente, percebi que ela não precisava de nada disso! Achei que poderia até ser prejudicial para ela. Então, no começo deste ano, nós a trocamos para a escola em que está hoje e estou muito feliz por ter feito esta mudança. A escola é mais simples, mas os profissionais são muito carinhosos e a Luísa adora tudo, se sente em casa! Ela conta para nós sobre seus amiguinhos, sobre a sua rotina, as brincadeiras, etc. É uma escola menor, somente de Educação Infantil, que tem um ambiente alegre, deixa as crianças bastante ao ar livre, é toda térrea e ensolarada! Ela tem ótimos hábitos alimentares, é bastante independente e muito comunicativa. Estamos muito felizes com o seu desenvolvimento. Ela passou pelo berçário e mini Maternal. Ano que vem, será da turminha do Maternal I!

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Beijo, Beijinho, Beijão...


Estou isolando este vídeo, um dos exibidos no aniversário da Luísa e da Gabi, em outro post. 

Muitas pessoas colaboraram para ele:
A ideia foi da minha irmã Lucy.
A música (que ficou em minha cabeça por muuuuitos dias) foi escolhida pela minha sobrinha Gabi e é tema da nova versão da novela Carrossel, que também assistimos em nossa infância.
As fotos e vídeos giram em torno das nossas princesas Luísa e Gabi.
Eu editei o vídeo.
Os fotógrafos são muitos... e também muitas pessoas participaram das cenas de tantos beijos, beijinhos e beijões....
O resultado final ficou uma gracinha, não?



segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Carta de um bebê...

Ísis, no dia em que completou 2 meses
Um dia destes, alguém postou em um dos grupos de que participo no Facebook o texto abaixo, de Cláudia Rodrigues.

Gostei bastante e resolvi postar aqui no Blog também, para nos lembrar de sempre atender ao choro do nosso bebê e sempre tentar fazer isso com a maior tranquilidade possível....
Eles são muito sensíveis e precisam demais de nós, especialmente, em seus primeiros meses.

Só quem é mãe sabe que há dias em que estamos tão cansadas que fica super difícil enfrentar a rotina da madrugada com calma. Não sou uma das "embaixadoras" da cama compartilhada, mas às vezes é um recurso que vale a pena utilizar... a minha bebê adora e eu aproveito para os dias em que estou precisando de um descanso também. Nestes dias, também costumo amamentar a Ísis deitada, uma posição super confortável para nós duas.

A Luísa começou a dormir 8 horas seguidas à noite já com 8 semanas e depois foi aumentando este tempo para uma média de 12 horas de sono. Hoje em dia, com 2 aninhos completos, ela costuma dormir das 21h até as 6h / 7h da manhã, sozinha, em seu quarto.
A Ísis, agora com 9 semanas, tem dormido por um período de 5 horas à noite... Eu sei que tenho sorte (fico sabendo de cada história!!!), mas mesmo assim, ainda está puxado! Só que eu sei que realmente tudo isso passa e, pode parecer loucura, mas até deixa saudade!


Querida mamãe,

Esta noite acordei estranhando o silêncio. Não havia barulho algum e pensei que o mundo tinha até acabado e você esquecido de mim. Coloquei a boca no trombone e você apareceu. Ainda bem.
Fiquei tão feliz no calor do seu peito que acabei pegando no sono antes de mamar tudo o que precisava. Quando percebi que você ia me colocar no berço, chorei de novo. Mas não tente negar, você estava com pressa para ir dormir outra vez.
Você me deu de mamar novamente, assim, meio apressadinha e depois resolveu trocar a minha fralda. Estava tudo calmo, um silêncio, nós dois juntinhos, tão legal que eu perdi o sono. Você até que foi compreensiva, mas começou a bocejar um pouco e resolveu me fazer dormir. Eu não queria dormir. Talvez eu precisasse de mais dez minutos ou meia hora, mas você estava mesmo decidida a dormir. Foi ficando bem nervosa e até chamou o papai e todos fomos ficando muito irritados. No final das contas, acordei a casa inteira cinco vezes.
Pela manhã, nossa família estava com cara de quem saiu do baile. Acho que estraguei tudo. Imagina, você chegou a dizer para o papai que eu estou com problema de sono. Eu não! Você é que vem me dar de mamar com pressa e daí eu sinto que você não quer mais ficar comigo. Os adultos têm hora certa para tudo, mas eu ainda não entendi essas coisas de relógio e tarefas estafantes que vocês precisam fazer.
Quando meu corpo está com o seu, quero ficar do seu lado sem me separar nunquinha. Do alto dos meus três meses, ainda não descobri direito que você é uma pessoa e que eu sou outra. Um dia eu vou sair por aí, vou telefonar e posso deixá-la doida para saber o que ando fazendo e, então, você vai entender como me sinto agora.
Mas não precisamos dessa guerra, mamãe. Até lá já podemos nos entender, inclusive pelas palavras. Sinto a angústia da separação, pois acabei de passar por essa experiência. Você também, mas vive tudo isso como uma adulta consciente. Eu ainda estou vivendo no inconsciente. Eu não sei nada, tudo é tão novo para mim aqui fora. Mas eu tenho absoluta certeza de que eu vou aprender tudinho o que você me ensinar por seus sentimentos em relação a mim.
Mamãe, você quer um conselho de bebê? Quando eu chorar à noite, não salta logo para o meu quarto desesperada como se o mundo fosse acabar. Espere um pouco, respire profundamente, ouça o meu choro até que ele atinja o seu coração. Sinta seu tempo, realmente acorde e venha me pegar. Me abrace devagar, não acenda a luz, fale bem baixinho e me dê o seu peito para eu mamar.
Depois que eu arrotar, mais um pouco só de paciência pois, nós bebês, somos sensíveis aos sentimentos dos adultos. Se eu sentir que você está com pressa, sou capaz de armar o maior barraco, mas se você esperar o meu segundo suspiro, quando meus olhos ficarem bem fechados, minhas mãos e pernas ficarem bem molenguinhas, aí sim, pode me colocar de volta no berço que eu não acordo antes de sentir fome outra vez.
À medida que você desenvolver sua paciência, mamãe, eu estarei desenvolvendo a minha tranqüilidade e nós não teremos mais noites infernais. Apenas noites de mamãe e bebê, que um dia passam, como tudo na vida.

*Claudia Rodrigues. Jornalista e Terapeuta Somática.

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Cartão Fotográfico - ímã

Outra coisa que já virou tradição na família é a confecção dos ímãs com a foto e o tema do aniversário das nossas meninas. Mais uma vez, encomendamos os ímãs da empresa "Cartão Fotográfico".

Costumamos fazer uma sessão caseira de fotos, selecionamos a melhor, escolhemos o tema e mandamos para a empresa, por e-mail (vendas@cartaofotografico.com). Eles criam algumas provas para nossa seleção, sem compromisso (como ilustrado ao lado) e o custo unitário depende da quantidade de ímãs encomendados. Os ímãs são entregues embalados individualmente, como retratou a foto abaixo. Ótimo trabalho e ótimo atendimento ao cliente.


terça-feira, 27 de novembro de 2012

Aniversário Luísa (2) e Gabi (5) - Fotos / Buffet

Eu e a Ísis
Os fotógrafos que contratamos foram muito bons, simpáticos, atenciosos, solícitos e... muito rápidos! Já recebemos o link com as fotos do aniversário das meninas... Ficaram muito legais! São quase 600 fotos ao todo, que podem ser vistas aqui: http://juanfotografia.com.br/gabrielaeluisa/

Assistindo às Retrospectivas
O Juan Cogo foi o fotógrafo do 2º aniversário da minha sobrinha Gabriela. Este ano, nós o contratamos novamente, mas foram outros 2 fotógrafos que estiveram na festa (o Thiago, irmão do Juan, e o Diego), registrando este momento tão especial para nós.

A festa foi realizada no Buffet Little Panda (onde a minha irmã comemorou o aniversário de 3 anos da Gabi e onde comemoramos ano passado o aniversário de 1 ano da Luísa com os 4 anos da Gabi também). Também recomendamos muitíssimo este Buffet. A Cristina é super atenciosa, a comida é de primeira qualidade e tudo sai perfeito... =)

Mesa de Princesas
As lindas aniversariantes, Gabi e Luísa
Priminhos - Matheus, Luísa e Gabi
Minha mãezinha querida com a Luísa
Luísa bagunçando...
Olhando para a mamãe...
Passeio no trenzinho
"Quarteto Fantástico" - Eu e minhas 3 irmãs
Meu sobrinho Caio
Amor de irmãs...
Matheus, Mariana, Neide, Gabi, Luísa, Vivi e Ísis

Duas princesas!
Lilian, Gabi, Cris, Luísa, Felipe, Lucy, Vivi, Matheus, Jorge e Mariana
Vovô Manuel, Vovó Amélia (pais do Luis)... Vovó Neide e Vovô Paulo (meus pais)... Sueli e Alfredo (pais do Zé)

Vovô Paulo, meu paizinho...
3 gerações: minha mãezinha querida, Luísa e eu 
Eu e meu amor, com nossa caçulinha
Nossa linda família!!! A Luísa não queria largar este batom, rs... =)

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Ísis, 2 meses

A nossa caçulinha completou 2 MESES ontem!
Hoje eu a levei em consulta com a Pediatra, Dra. Ana Paula. Ela está bem, ganhando peso (5,390 kg) e crescendo (58 cm). Vamos repetir o eletrocardiograma em breve (estou rezando muito!). Levei-a também para tomar as vacinas no Centro de Imunização do Hospital Albert Einstein (chorou um bocado).

Ontem, quando chegamos da festa da Luísa e da Gabi, eu fiz um "ensaio fotográfico" da bonequinha. Seguem abaixo as fotinhos que eu achei mais fofas... Mais uma princesinha para o nosso castelo!







domingo, 25 de novembro de 2012

Comemoração do aniversário da Luísa e da Gabi - Vídeos

Hoje comemoramos o segundo aniversário da nossa Luísa, junto com a priminha Gabi (5 anos).
O tema da festa foi novamente Princesas e a escolhida este ano foi a Bela (de A Bela e a Fera).
As duas princesas e seus amiguinhos curtiram muito a festa!
E, seguindo a tradição iniciada em 2008 pelo meu cunhado Zé (pai da Gabi), trabalhamos por muitas horas na produção das Retrospectivas e Clipes que passamos antes de cantar o parabéns para as princesinhas.
Confiram os vídeos neste post... ainda está faltando o "trailer" que o meu cunhado montou, para abrir a sequência...

Estes são os vídeos que eu montei:


E aqui estão os montados pelo meu cunhado:

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Luísa, 2 anos

Hoje, 14/11, a nossa princesa Luísa completa 2 anos de vida!

Parece até que foi ontem que trouxemos da maternidade aquele bebezinho tão lindo e fofinho... A gente realmente não percebe como o tempo passa rápido!
A Luísa está muito esperta e falante... já é uma mocinha.

Comemoramos seu aniversário na escola, com a "tia" Mônica e seus 5 amiguinhos de turma: Helena, Larissa, Vitor Nicolau, Flávio e Isabella.
Foi um sufoco para eu conseguir estar no horário e com tudo pronto na escola, sozinha, com a Ísis (6 semanas de vida)... mas valeu a pena ver a alegria da nossa pequenina.


O bolo, da Uniqua dos Backyardigans, os docinhos e os salgados foram preparados por nossa Eliana, super caprichosa e que tem me ajudado muuuuito!

Registrei este dia em algumas fotos e vídeos... e com a música do Toquinho, "Menininha", que eu adoro!
Pena que a qualidade do vídeo (especialmente do áudio) não é muito boa, pois tive que usar minha máquina backup (esqueci a minha máquina fotográfica e a filmadora na casa da minha irmãzinha Lili neste final de semana).

Parabéns, Luisinha, luz de nossas vidas, pelo seu segundo ano de vida! Obrigada por toda a alegria que você trouxe para mim e para o seu papai... Obrigada por me dar a oportunidade de me tornar mãe! Eu te amo demais e tenho muito orgulho de ter você como minha filhinha! FELIZ ANIVERSÁRIO!!!


quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Disconnect to connect...

Li recentemente o livro "Como realmente amar seu filho", do americano Ross Campbell, e gostei muito. Este livro já superou a marca de 1 milhão de cópias vendidas em vários países, em mais de 15 idiomas.
O Dr. Ross Campbell, em seus mais de 30 anos de clínica psiquiátrica e aconselhamento familiar, ajudou muitas famílias a enfrentar vários tipos de conflito, identificando que a maioria dos problemas gira em torno dos mesmos dramas fundamentais - pais que não se comunicam com os filhos, filhos que não respeitam os pais, lares instáveis ou relacionamentos esfacelados.

Estou reproduzindo abaixo a sinopse do livro, que recomendo muito aos pais e mães de filhos que ainda não atingiram a adolescência:

Que pai ou mãe, ao ser questionado se ama o filho, pronunciaria um sonoro “não”? Necessidade básica de qualquer ser humano, o sentimento de amar e ser amado manifesta-se ainda mais fortemente na criança. Em muitas situações, o que de fato ela deseja saber é se você a ama. Sua atitude quando seu filho está triste, indiferente, revoltado ou agindo de forma estranha é extremamente importante.
O comportamento da criança ou do jovem sinaliza, em geral de forma inequívoca, o que se lhe passa na mente e no coração, e o dever dos pais — seu instinto mesmo — é reagir prontamente. Nada mais justo e natural.
No entanto, há outra prioridade que muitos pais esquecem ou negligenciam: além da sensibilidade para captar os conflitos de seu filho, é preciso desenvolver a capacidade de antecipar-se a eles.
Em Como realmente amar seu filho [publicado anteriormente como Filhos felizes], que já superou a marca de um milhão de cópias vendidas em vários países, dr. Ross Campbell oferece um guia sobre esse tema tão controvertido. Ele orienta pais e mães na tarefa de cultivar um relacionamento familiar saudável a fim de que possam antever, compreender e atender as necessidades dos filhos. O ambiente, o contato visual e físico, a atenção concentrada, a disciplina, a orientação espiritual e outros aspectos dessa relação tão complexa quanto gratificante são abordados com maestria por um dos conselheiros familiares cristãos mais respeitados da atualidade.

O Capítulo 6 do livro trata sobre a necessidade da criança de receber "atenção concentrada", que nada mais é que a dedicação exclusiva dos pais ao seu filho. Nas palavras do autor: atenção completa, não dividida, de maneira que a criança sinta, com toda a certeza, que é completamente amada, que ela é suficientemente valiosa, por si mesma, para receber o cuidado, a apreciação e o afeto dos pais. A criança deve sentir-se única entre todas, saber que é especial.
Atender a esta necessidade requer tempo e exige que os pais ponham de lado algo que talvez preferissem fazer. Às vezes, a criança necessita desesperadamente da atenção concentrada exatamente quando os pais têm menos disposição para oferecê-la.
Segundo o autor, a atenção concentrada é vital para o desenvolvimento da auto-estima infantil, afetando profundamente a capacidade da criança de se relacionar e amar os outros. Quando a criança está sozinha com sua mãe ou pai, pensa "eu a tenho (o tenho) só para mim", "neste momento, sou a pessoa mais importante no mundo inteiro para a minha mãe (meu pai)". Este é o objetivo da atenção concentrada - capacitar a criança a sentir-se desta forma. Sem a atenção concentrada, a criança experimenta ansiedade por sentir que tudo é mais importante do que ela, ficando, consequentemente, menos segura e muito prejudicada em seu crescimento emocional e psicológico.

Esta é uma das necessidades mais exigentes da criança, pois como pais temos extrema dificuldade em reconhecê-la e muito mais em satisfazê-la. As outras coisas que fazemos pela criança parecem ser suficientes - sorvete, chocolate, presentes e concessão de pedidos incomuns talvez passem a impressão de substituir a atenção concentrada.
O autor fala sobre a questão do tempo, como separar estes momentos das 24 horas do dia, dos sete dias da semana... que parecem nunca ser suficientes para cumprirmos todas as nossas obrigações e fazer tudo o que gostaríamos. Precisamos assumir este fato, para não supor ingenuamente que podemos dar conta de tudo e, ao assumir esta hipótese, passarmos a ser controlados pela pressão da urgência e sermos dominados pela frustração (pois os assuntos urgentes não são necessariamente os mais importantes).
Eu senti muito isso depois que a Luísa nasceu e, especialmente, quando voltei ao trabalho após a licença maternidade. Não conseguia fazer tudo o que costumava e ainda me dedicar à Luísa como queria. Entrei em depressão por conta disso e precisei realizar uma série de mudanças em minha vida para aceitar a nova situação, para abrir mão de algumas coisas e não deixar de lado o que realmente importava para mim! Este ainda é um processo diário de adaptações e decisões...

No mundo moderno, temos a tecnologia ao nosso alcance, mas nem sempre a utilizamos a nosso favor e daqueles que amamos. Podemos nos conectar remotamente à empresa e trabalhar de casa, ficando ao lado de um filho que está com conjuntivite e não pode ir à escola... mas também pode ser que fiquemos tentados a nos debruçar madrugada afora sobre um problema do trabalho que poderia esperar pelo dia seguinte. Podemos nos comunicar com amigos e familiares através das redes sociais... mas também pode ser que fiquemos tão conectados com o mundo de fora que passamos a ignorar aqueles que estão ao nosso lado. É cada vez mais comum ver várias pessoas em um mesmo ambiente, mas sem trocar uma só palavra!

Este vídeo institucional lindo, feito pela empresa de comunicação DTAC, mostra bem essa realidade e levanta uma questão: até que ponto a evolução tecnológica é boa para o ser humano? Assistam ao vídeo e reflitam...


terça-feira, 30 de outubro de 2012

Lamaze - Brinquedos para os pequeninos

Eu gosto muito dos brinquedinhos da marca Lamaze, especialmente para bebezinhos. São todos macios, com texturas, barulhinhos, contrastes, chocalhos e outros atrativos que encantam e estimulam os pequeninos.

Lamaze - Play & Grow - Emily, Fairy and Kangaroo
A Luísa, quando nasceu, ganhou uma bonequinha da Lamaze (Play & Grow - My Friend Emily) que foi sua companheira predileta por muitos meses. Ela também "herdou" da Gabi um canguru da mesma marca (Play & Grow - Sydney & Sandy Kangaroo), que fica em seu bercinho na escola.
Comprei para a Ísis, logo que nasceu uma fadinha da mesma coleção (Play & Grow - Kerry the Fairy).

Li um livro muito interessante durante a licença maternidade da Luísa, "Estimulando a mente do seu bebê" (Dr. S. H. Jacob), que dá uma série de sugestões de atividades, brincadeiras e brinquedos para cada uma das fases de desenvolvimento das crianças. Segundo o autor, algumas das coisas que podem ajudar a criar um ambiente enriquecedor para os recém-nascidos é abusar dos contrastes (especialmente o preto e o branco) e deixar perto dele bonecos com feições humanas (com olhinhos, boca...)... características presentes em quase todos os brinquedos desta marca.
Para bebês do segundo estágio, do primeiro ao quarto mês, o aprendizado está orientado para o corpo. Deve-se apresentar as texturas ao bebê e deixá-lo explorar o mundo à sua volta através da boca e das mãos, principalmente. O autor sugere que se amarre uma fita ou bracelete de fios de lã no pulso do bebê, ou uma luva colorida, um pequeno adesivo (...) para chamar sua atenção para esta parte do corpo.

Trancadinha em casa, navegando muito na Internet madrugada afora, com minha bebezinha no colo, acabo caindo na tentação das compras on-line. #shopaholic
Lamaze - Socks and Wrist Rattles
Achei um brinquedinho barato e que tem caído no gosto das mamães mundo afora. São pequenos chocalhos de pelúcia, em formato de braceletes e de meias, para incentivar os movimentos dos bebês pequenos. Na Amazon, um kit composto por um par de meias + um par de braceletes é vendido por cerca de US$ 10. No Brasil, achei as peças sendo vendidas separadamente, por cerca de R$ 9 cada um (não o par).

Comprei um bracelete e uma meia para a Ísis. Gostei mais do bracelete que da meia (ainda mais neste calor!), mas achei todos os modelos bem bonitinhos. A Ísis se mexe bastaaaante... e quando está acordada gosta de mexer com os bonequinhos em seu berço, ouvir o barulhinho dos brinquedos e, principalmente, observar o nosso rosto enquanto falamos... nos presenteando com gostosos sorrisos!

Ísis, 1 mês e 5 dias, com seu bracelete de joaninha

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...